Pular para o conteúdo

Temporada de Festas – Prepare o seu pet para os fogos de artifício do final de ano

  • por


A beleza dos fogos de artifício e a saúde de animais de estimação não combinam.

Como muitos amantes de animais sabem, fogos de artifício podem causar muito estresse em alguns animais – incluindo irritação com som alto, buzinas e dos fogos de artifício não são medos “racionais”.
Repreender um animal assustado não é a maneira mais eficaz de solucionar o problema e algumas vezes pode até intensificar os medos.

Dono de animais de estimação nesta época do ano devem ter um cuidado especial com a acústica do ambiente de convivência de animais de estimação, outra dica é levar o animal de estimação para um passeio – ele pode “usar o banheiro” antes do início dos fogos de artifício e ficar cansado com a brincadeira.

– O que podemos fazer para diminuir problemas com fogos de artifício?

A ansiedade dos fogos de artifício nos cães é muito comum, alguns costumam atacar, comer e até tentar cheirar os fogos, especialmente aqueles que são iluminados no chão e as bombinhas – o que só pode piorar a situação com um acidente bem desagradável – veterinários informam que os pêlos de animais podem pegar fogo facilmente se estiverem muito próximos dos fogos de artifício, então fique alerta se o animal tem acesso áreas de comemorações explosivas.

Quando seu animal de estimação estiver com medo ou estressado o sintoma principal costuma ser ficar encolhido de terror, muitas vezes, os animais de estimação querem ficar escondidos em locais pequenos, como se fosse um esconderijo – uma caixa, ficam embaixo de móveis, atrás de móveis, ficar embaixo de cobertores – a dica é criar antecipadamente um local seguro para dar uma sensação de “fuga” e segurança.

Muitas vezes, os animais de estimação, quando estão com medo ou estressados, costumam ficar encolhidos e escondidos em locais pequenos, como se fosse um esconderijo – ficam atrás ou embaixo de móveis, caixas, cobertores. A dica é criar antecipadamente um local seguro para dar uma sensação de “fuga” e segurança.

Os sinais mais comuns de fobias por ruído:

– Tremedeiras
– Baba excessiva
– Latidos exagerados e uivos
– Tentativa de esconder ou entrar em locais fora do hábito de dias normais
– Tentar sair de casa, tentativa de pular a cerca e escapar em janelas
– Recusar a realizar as refeições
– Alguns animais podem perder o controle da bexiga ou do intestino, apresentando uma diarreia temporária devido ao estresse prolongado

Os sinais mencionados acima são alguns exemplos tradicionais e comuns quando existe o problema de poluição sonora excessiva no ambiente, mas considere que estes e outros fatores podem ser um indicativo de muitas condições diferentes e até doenças.

Como sempre, converse com seu veterinário quando o seu animal de estimação apresentar um desconforto.
A modificação do comportamento nesta temporada de festas é comum em qualquer tipo de animal de estimação, o ideal é evitar criar um ambiente de discussão ou agressão tentando modificar o seu comportamento, mas sim tratá-lo com carinho e entender que é um período difícil para ele.