Pular para o conteúdo

Como evitar alergias no verão?

  • por
Como evitar alergias no verão?

A época mais quente do ano vem acompanhada de muitas alegrias, mas as alergias no verão também são comuns. Isso acontece porque há maior exposição ao pólen das plantas, que aumentam com as plantas em floração. 

Além disso, nessa época há o aumento de exposição a ácaros, que gostam de ambientes úmidos e quentes. Por causa da umidade, também é mais fácil encontrar nos ambientes alérgenos como fungos, mofo e bolor. 

Ainda, as mudanças bruscas de temperatura (causadas pelo uso do ar-condicionado, especialmente) podem irritar as vias aéreas, desencadeando crises alérgicas.

A seguir, conheça um pouco sobre as alergias comuns nessa época do ano e saiba o que fazer para minimizar sua incidência!

Quais são as alergias mais frequentes no verão?

Pelos motivos que você viu anteriormente, as alergias respiratórias são frequentes no verão, incluindo:

  • rinite alérgica: que causa coceiras no nariz, garganta e olhos, espirros e coriza;
  • sinusite: que tem como sintomas dor facial, febre, secreção nasal e tosse;
  • e asma: que provoca falta de ar, chiado, tosse e aperto no peito;

Além dessas, outros tipos de alergia são frequentes no calor. São elas:  

Dermatite atópica 

O eczema é uma condição crônica de pele, mais comum em crianças, mas que também pode afetar adultos. Ele provoca pele seca e escamosa, coceira intensa, manchas e descamação da pele. 

Além disso, é comum que haja erupção cutânea na pessoa alérgica, com aspecto vermelho e inflamado. Suas principais causas são o contato com pólen, ácaros e o suor, provocado por calor extremo.

Urticária 

A urticária é outra condição que leva ao surgimento de erupções cutâneas por todo o corpo, além de causar dor e queimação. As temperaturas extremas são um dos principais fatores desencadeadores das crises.

Dermatite de contato 

A dermatite de contato é uma reação alérgica, que surge quando o corpo entra em contato com uma substância alérgena. Seus sintomas incluem vermelhidão local, coceira, inchaço, bolhas e pele rachada. Uma de suas principais causas é o contato com pólen.

Conjuntivite alérgica 

A conjuntivite alérgica acontece como uma reação do organismo a contato com alérgeno, como pólen e ácaros. Ela se caracteriza por uma inflamação da conjuntiva, uma membrana bem fina que reveste a parte branca dos olhos. 

Seus principais sintomas são: coceira, olhos vermelhos e lacrimejantes, sensação de areia nos olhos e sensibilidade à luz.

Como minimizar as alergias no verão?

É possível tomar atitudes simples para evitar alergias no verão, como manter a hidratação, ingerindo bastante líquido, limpar e organizar os locais e trocar regularmente as roupas de cama. 

Também é importante usar roupas leves e evitar banhos quentes, que podem alterar a estrutura da pele; e cuidar para manter-se em temperaturas amenas, evitando mudanças bruscas de temperatura.

A instalação de janelas termoacústicas pode ajudar a evitar o contato com alérgenos. Isso porque sua vedação impede a entrada de pólen, poeira e outros alérgenos. 

Além disso, elas são projetadas para bloquear o calor, ajudando na manutenção da umidade e temperatura internos, evitando as mudanças bruscas de temperatura e criando um ambiente mais agradável e fresco.

Conheça as janelas antirruído da SOS Ruído!